terça-feira, 14 de setembro de 2010

ENARTCI – EMERGÊNCIA

AS PARTES DO TODO e CONVERSA PÚBLICA

Texto Rubem Leite

Imagem arquivo Híbridus.

ENARTCi 2010 aconteceu entre os dias 04 a 07 de setembro.

8º encontro de dança contemporânea de Ipatinga MG.

Dança + performance + conversa.

Promovido pelo Híbridus Dança.

Ofereço como presente aos aniversariantes Bruno Faccini, Cláudio Miranda, Wenderson Godoi.


Troco meus cabelos por pão.

Cabeça mal raspada gemendo na areia seca ao som de águas que não chegam

Promessas

Promessas não cumpridas

Um corpo solitário se move em círculos na ilha de areia

Areia seca

Penas compridas

E os corpos incontáveis amontoados dentro de um só corpo

Prisão

Prisão de vários

A prisão, a falta de liberdade é uma loucura

A luz circunda, mas é fora,

Alumia, mas não é própria

Não pertence

E mesmo essa luz esvanece

E se vai

Deixando todos os corpos imóveis em um.

A artista da dança Patrícia Cruz, de Recife PE, criou com Daniela Santos (RJ\RJ) um trabalho solo representando as emoções sentidas na Casa da Cultura, que já foi Casa de Detenção. Daniel Silva trabalhou como músico e Black Escobar dirigiu. Patrícia e Daniela não procuraram explicar ou mostrar os acontecidos e sim as “sensações”. Então acima minhas sensações e emoções durante o espetáculo “As Partes do Todo”.

Já na conversa

O espaço público é de todos, mas não é privado. Portanto, uma vez que invadimos um lugar que já é normalmente ocupado e os artistas quase dizem, ou melhor, quase gritam “Ei! Olhe-nos aqui!” surge a pergunta: um trabalho na rua é autoritário? Alguém tem a resposta para tal indagação? Não precisa ser uma resposta definitiva. Pode ser a sua resposta. A que você tem hoje. Meu email, para quem quiser compartilhar comigo a resposta, se encontra logo abaixo.

O Híbridus publicou também o “II Caderno ENARTCi – Emergência”. Uma publicação luxuosa, instrutiva e, melhor, saborosa de se ler. Com textos de diversos artistas e agente culturais. O referido caderno é fruto do ENARTCi do ano passado e foi organizado por Cláudio Letro e Wenderson Godoi. Um dos muitos trechos que me encantaram foi “... a construção de novos saberes por intermédio das artes, especialmente as do corpo”. Deixo para você, que me lê, a interpretação da fala do Godoi e se não for pedir muito que, por gentileza, compartilhe comigo a sua análise ou o seu entendimento.

O meu email é arterubemleite@gmail.com


Um comentário:

Patrícia Cruz disse...

Rubem ! Obrigadaaa!! Realmente muito lindo o que vc escreveu sobre o que só consigo sentir! Queria parabenizar também o ENARTCi pelo cuidado imenso com o ser humano e em especial ao HIBRIDUS por imensa competência!!!