quinta-feira, 4 de junho de 2009

BONDADE E FIRMEZA

Rubem Leite – 03-04/6/09

Ofereço a crônica Bondade e Firmeza a Bruno Grossi, que aniversaria dia 03 de junho. Pessoa que muito respeito, amo até, e que sinto ser uma pessoa boa e firme.


“... na relação inter-humana, dominar ou ser dominado depende unicamente da firmeza de caráter” (A Verdade da Vida, vol. 19, Dr. Masaharu Taniguchi – Biografia).


Na nossa sociedade, ser bom não é importante para ser respeitado. O que importa é ser firme. Ou talvez seja preciso ser bom e ser firme.
Antes vamos conversar sobre quem é forte sem ser bom nem firme. Tal será temido, mas não amado nem apoiado.
Ser firme sem ser bom será antipatizado mesmo que não contestado.
Ser bom sem ser firme será ridicularizado.
Ridicularizado é não ser amado nem apoiado; e ser antipatizado e contestado.
Dos três – ser apenas bom, ser apenas forte, ser apenas firme – o pior, por incrível que pareça, é ser apenas bom. E o melhor, ou menos pior, é ser apenas firme.

Benito vai à escola.
Ele é um bom menino, mas é desarticulado. Não sabe falar em público e é ruim no futebol. É um babaca, dizem.
Kio Kan é uma linda menina e Benito está apaixonado.
- Kio, o... a... você já viu no jardim a flor rocha que...
- Que só nasce no coração do trouxa. Disse Marina. E todas riram.
- U... i... É bonito seu vestido.
- Quer emprestado? Disse Kio.
Só o rosto. Rosto impassível. Benito se afasta.

- Benito! Eu te vi conversando com minha garota. Você a estava incomodando com sua babaquice.
- Só só que-queria conversar.
- Não tem que conversar com ela.
Falando para os outros:
- É babaca mesmo. Com mulher não tem conversa. Basta dizer bobagens e depois cumê.
Entre risos.
- Respeite!
- O que você disse? Estou te esperando lá fora, depois da aula.
Só o rosto. Rosto impassível. Benito se afasta.

O que fazer? E se ele me machucar? Se eu fizer o que sei...
- Professora! Quero sair mais cedo.
- Por causa da confusão que você aprontou?
Na sua cara, seu pensamento.
- Pode ir.

Eu vou.
E não acaba aí. Sou mais que isso...

Um comentário:

Ed França disse...

salve salve, seu arteiro!
ta beleza?
bacana o poema pra nosso amigo bruno...
que o universo tragam saúde e muitos anos de vida pra ele...e pra vc tb, mermão!
abraço do Ed França.