segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

OLHOS DE ÁRVORE

Obax anafisa.


Os grandes e bem verdes oitis e damas da noite observam os que trajam camisas rosa, amarela, branca e de futebol beberem cervejas e olharem as mulheres que passam.
- Deixa rolar. Com noiado nada dá certo.
- Mas é dela que eu gosto.
- Te liguei rapaz, porque estava sentindo falta de nossos papos.
- Mas é a sua mulher que não gosta da minha? E vice-versa.
- Elas que se fodam.
- Nós que as fodemos.
- Rarrá.
- E a merda do jogo?
- Merda procê. Pra mim foi ótimo.
- Vá a puta que pariu.
- Rerrê.
Arreganha a boca e taca um colherão de feijão tropeiro. Engole pouco depois de uma rápida mastigada e... Não presto mais atenção neles para receber um amigo que chega.
- E aí, cara?
- Firme! E com você?
- Também. E os shows?
- Vão indo.
- Vi que Kátia te deu folga hoje.
- Pois é. Vim tocar, mas ela ficou em casa. Está cansada de tanto que trabalhou ontem no salão.
- Mas Adê, e aquele bar que você trabalhava no Bom Retiro? Não te vejo mais lá.
- Agora não tenho mais exclusividade. Quero ir para um evento então eu vou.
- Que horas você vai cantar?
- Vai demorar um pouco. Cheguei cedo para preparar o palco.
- Quem quiser te contratar, como faz? Aniversário de minha filha tá chegando e estou pensando nas possibilidades.
- Ligue pra mim. Vou indo. Tenho que terminar de me preparar.
- Até daqui a pouco. E sucesso.
Os grandes e bem verdes oitis e damas da noite continuam sós na moita, observando tudo.
- E a Valda? Já comeram?
- Tô fora. Tô casado.
- Mas num tá capado. Rarrá.
- E a Valda é melhor que a pastilha. Ah se é.
- Rerrê.
- Já tive com ela. Ô batalha, sô. Deu trabalho... mas dei conta.
- E a Dilma? Não votei nela nessa eleição. Nem nessa nem na outra.
- Por quê? Melhor governo não há.
- Que isso, gente! Ela num fede nem cheira. Num fez nada, mas também num desfez. Não ajudou nem atrapalhou.
- Ela não caminhou com as próprias pernas. Foi marionete do Lula.
- Eu sou Dilma!
- Eu sou José!
- Rerrê. Boa!
Os grandes e bem verdes oitis e damas da noite ainda só observam.


Ofereço aos aniversariantes
Laércio Louro, Marrione Warley, Karine Morais, Nanda Abrahão, Aline Alves, Diana Duarte, Thaís Cristina, Dalgreis Lage, Mariana C. W. Leite e Tatiane Moreira.

Recomendo a leitura de A Lavadeira, de Bispo Filho; e Pioneira, de Demétrios Miculis.

Em banto, obax nafisa significam flores e pedras preciosas. O texto é minhas flores para você e faço votos de que encontre nele pedras preciosas.


Escrito entre o primeiro trimestre de 2014 e a madrugada 19 de janeiro de 2015.

Um comentário:

Josmar Divino Ferreira disse...

como sempre um belo texto. abraços