segunda-feira, 2 de março de 2015

AS FOLHAS SEGUEM E O RIACHO ESCORRE

LAS HOJAS SIEGUEN Y EL REGATO ESCURRE


Obax nafisa.


Às vezes gostaria ser pedra, mas sou poeta.

Em português

Brotou um riacho no meio da calçada
Cristalina água
Escorria delicada
Vez ou outra uma folha navegava
– Bonito de se ver –
Seguiam-na meus olhos
As folhas se foram sem empecilhos
O riacho pareceu secar
Então olhei além
Vi um pássaro marrom amarelado
Caminhando em folhas amarelas amarronzadas
Ele não fugiu nem aproximou
E caiu-me uma chuva de folhas


En español

Ha brotado un regato medio la vereda
Cristalina agua
Escurría delicada
Vez tras vez una hoja navegaba
– Bonito de verse –
La seguía mis ojos
Las hojas se fueron sin impedimento
Lo regato pareció secarse
Entonces miré allá
Vi un pájaro pardusco amarillado
Caminando en hojas amarrillas parduscas
Él no huyó ni se acercó
Y me cayó una lluvia de hojas


Ofereço aos aniversariantes
Gaston L. Stefani, Ely Monteiro, João P. Brito, Maria Ribeiro, Vanda Valério, Cássia Lourenço, Emerson P. Brito, Guilherme Deboni, Átila Nonato, Marco A. Parisoto, Ana Sandra e Lúcia Ramos.

Recomendo a leitura de Leitura e Vida, de Rosa da Serra; No Descanso do Silêncio, de Ely Monteiro; e Tratava-se de um Álbum de Figurinhas, de Jackeline Vasconcelos Valentim.
Respectivamente nos endereços:

Em banto, obax nafisa significam flores e pedras preciosas. O texto é minhas flores para você e faço votos de que encontre nele pedras preciosas.


Escrito entre 23 de maio de 2014 e 02 de março de 2015.

3 comentários:

Josmar Divino Ferreira disse...

Belos versos amigo Rubem Leite. Parabéns.

Josmar Divino Ferreira disse...

Belos versos. Ideia maravilhosa+ Parabéns pelo poema.

Capotyra disse...

Lindos versos! Adoro ler o Arteiro Rubem Leite!