domingo, 5 de fevereiro de 2017

ESTOU

ESTOY – I AM


Do negro ao cinza
Do tráfego ao pássaro
O sol tranquiliza
O canto nos é doce e caro.

Flores perfumam o ar
Autores escrevem uma história
Pessoas vivem suas vidas
Avô é a flor que escreve a própria vida.


Del negro al gris
Del tráfico al pájaro
El sol tranquiliza
El canto nos es dulce y rico.

Flores perfuman el aire
Autores escriben una historia
Personas viven sus vidas
Abuelo es la flor que escribe la propia vida.


From black to gray
From traffic to bird
The sun reassures
Song is sweet and important to us.

Flowers perfume the air
Authors write a story
People live your lifes
Grandad is the flower to write own life.


Ofereço como presente de aniversário
Alexandre F. Luna, Eddy Khaos, Wadson Lourenço, Rodrigo Robleño, Vitória Soares, Gleison Oliveira, Isabelly Cristinny, Luzia Barros, Renato Silva, Sâmara C. Botelho, Paulinho Manacá, Alice Pacheco, Bárbara Alves, Albino de la Puente e Brska (Luciano Soares).

Recomendo a leitura de
“O Capital”, de Bispo Filho; “Abre Voz”, de Xúnior Matraga; “Uma Linda e Medíocre Historinha de Amor”, de Vinícius Siman. Respectivamente nos endereços:


Escrito em inglês no dia 05 de maio 2016. Dois meses depois reescrito em português e entre os dias 11 de janeiro e 05 de fevereiro de 2017 trabalhado nas três línguas.

Nenhum comentário: