domingo, 2 de julho de 2017

CARIRU – PARA DENTRO DE SI

EL PROPRIO INTERIOR


Listening music of church
Reading the Bible
Smoking the rock
Totally hallucinating.

Em português
Lido pelo autor no canal aRTISTA aRTEIRO, no youtube:

Debaixo da lua minguante, Lima e Coelho bebem umas cervejas no Avesso, bar muito bom no Cariru, Ipatinga. Lima é alguém que pensa para agir, e age. Coelho é alguém que não age nem pensa. Este recebeu o nome em homenagem a você sabe quem (não o do Harry Potter...) e aquele em homenagem ao Barreto. Agora, de quem são as homenagens, se são dos pais ou se são do autor isso é outra história que não vem ao caso.

- Ouvindo música de igreja / Lendo a Bíblia / Fumando pedra / Alucinando-se total.
- Hum! Ácido, não?! Pesado!
- Sabe. No livro O Cemitério dos Vivos, de Lima Barreto e publicado pela editora Planeta, Fábio Lucas diz “Lima Barreto partiu da reflexão sobre o alcoolismo para entender a loucura”.
- E o que tem isso?
- Parto da leitura da Bíblia para entender a alienação.
- Credo! Isso é blasfêmia.
- É... Dizer o que nos ensinam a não pensar é sempre mal visto e chamado de pecaminoso...
- Não é isso. É... É... – E rebate citando Feliciano, Bolsonaro, João Paulo II e outros mais. E Lima só ouvindo. Até que cansou e se foi para dentro de si.
Enquanto isso e longe dali, encostada a uma árvore feiamente podada, boca desdentada meio aberta, olhos fechados abertos para as lágrimas. A fome, as drogas, a violência, a solidão de cada um por si no mundo.


En español
Leído por el autor en el canal aRTISTA aRTEIRO, en youtube:

Bajo la luna menguante, Lima y Coelho toman tapas y beben cervezas en la bodega El Revés. Lima es un tipo que piensa para actuar, y actúa. Coelho es un tipo que no actúa ni piensa. El pasivo recibió este nombre porque a su madre le gusta Paulo, el falso escritor brasileño. Y el otro fue nombrado en honor a Barreto; pero, no se sabe si fuera el autor o si fueran los padres que lo nombró porque esto es otra historia…

- Oyendo música de iglesia / Leyendo la Biblia / Fumando piedra / Alucinándose total.
- ¡Caray! Es pesado eso.
- El libro brasileño “O Cemitério dos Vivos”, de Lima Barreto hay la palabra de una persona, creo que su nombre es Fábio Lucas, que haré una traducción libre según mi recuerdo: “Lima Barreto partió de la reflexión sobre el alcoholismo para comprender la locura.”
- ¿Qué tiene eso de importante?
- Parto de la lectura de la Biblia para comprender la alienación.
- ¡Caray! Eso es blasfemia.
- Decir que nos enseñan a no pensar es siempre mal visto y llamado de pecaminoso…
- No es eso. Es… Es… – Y contesta citando palabras de los políticos y religiosos más preconcebidos de Latinoamérica. Mientras eso, Lima solamente escucha hasta no soportar más y entrar en el propio interior.
Al mismo tiempo, pero en otro rincón, acostada a un árbol feamente podado, boca desdentada un poco abierta, ojos cerrados abiertos para las lágrimas. El hambre, las drogas, la violencia, la soledad de cada uno por si en el mundo.


Ofereço como presente aos aniversariantes
Beatriz Myrrha, Daniel R. Salgado, Joice Soares, Mayra F. Gonçalves, Alano A. Barrbosa, Garcia P. Teleka, Rita E. Rocha, Tairony Novais, Ronalla Kelly, Sueli M.B. Silva, Alysson Nascimento, Amosse Mucavele e Walace Silva.

Recomendo a leitura de “O Destruído”, de Sued; “Generolidade”, deste macróbio que vos fala; “Sussurros”, de Girvany; “Combativa”, de Jackeline Vasconcelos Valentim; e “O Povo Tem o Governo que Merece?”, de Javier Villanueva. Respectivamente nos endereços abaixo:

 Rubem Leite é escritor, poeta e crontista. Escreve e publica neste seu blog literário aRTISTA aRTEIRO todo domingo e colabora no Ad Substantiam às quintas-feiras.  É professor de Português, Literatura, Espanhol e Artes. É graduado em Letras-Português. É pós-graduado em “Metodologias do Ensino da Língua Portuguesa e Literatura na Educação Básica”, “Ensino de Língua Espanhola”, “Ensino de Artes” e “Cultura e Literatura”; autor dos artigos científicos “Machado de Assis e o Discurso Presente em Suas Obras”, “Brasil e Sua Literatura no Mundo – Literatura Brasileira em Países de Língua Espanhola, Como é Vista?”, “Amadurecimento da Criação – A Arte da Inspiração do Artista” e “Leitura de Cultura da Cultura de Leitura”. É, por segunda gestão, Secretário da ASSABI – Associação de Amigos da Biblioteca Pública Zumbi dos Palmares (Ipatinga MG). Foi, por duas gestões, Conselheiro Municipal de Cultura em Ipatinga MG (representando a Literatura).


Escrito no início da tarde de 22 de janeiro de 2017. E trabalhado entre os dias 15 de junho e 02 de julho do mesmo ano.

2 comentários:

poesias girvany disse...

Todo texto de Rubem Leite, dispensa comentários, são bons demais!

poesias girvany disse...

Fala Rubem!!