segunda-feira, 23 de novembro de 2015

NÚMEROS

NÚMEROS NUMBERS


Potira itapitanga.


Em português

Gotinhas de chuva
Gotinhas de chuva
Gotinhas de chuva
Lavam a alma
Limpam o coração
Purificam a vida
Gotinhas de chuva
Gotinhas de chuva

Três pombinhas pretinhas
Três pombinhas pretinhas
Três pombinhas pretinhas
Duas procuram comidinha
Uma enche a barriguinha
Duas trocam bicadinhas
Duas pombinhas branquinhas
Duas pombinhas branquinhas


En español

Gotitas de lluvia
Gotitas de lluvia
Gotitas de lluvia
Lavan el alma
Limpian el corazón
Purifican la vida
Gotitas de lluvia
Gotitas de lluvia

Tres palomitas negritas
Tres palomitas negritas
Tres palomitas negritas
Dos buscan comiditas
Una tiene llena la barriguita
Dos cambian besitos
Dos palomitas blanquitas
Dos palomitas blanquitas


En English

Droplet of rain
Droplet of rain
Droplet of rain
It washes the soul
It cleans the heart
It purifies the life.
Droplet of rain
Droplet of rain

Three black doves
Three black doves
Three black doves
Two looking for food
One has a full tummy
Two swaps kiss
Two black doves
Two black doves


Ofereço como presente de aniversário aos meus queridos
João V. Barros, Demetrio M. Nicodemo, Helon Tavares, Sula Valgas, Ruana Rocha, Aline Valadares, Laryssa Leris, Stéfany Késsya, Tania Mattos, Débora Juliane, Esdras Aurélio, Erdinachele M. Salatiel, Aline Medeiros, Gunther Estebanez, Edilaine S. Peres, Marcelo Garbine (Mingau Ácido) e Bruna Marin.

Potira itapitanga são duas palavras que vem do tupi e significam “flor” e “pedra vermelha” (rubi). É meu desejo que cada leitor encontre em meus textos flores e pedras preciosas.

Escrito entre o fim da madrugada de 30 de abril e o início da madrugada de 23 de novembro de 2015.

2 comentários:

Josmar Divino Ferreira disse...

Que chuvinha danada e que pombinhas tranquinas e uma barrenta represa rebenta e a morte espalhada pobre Maria(ana)... Sua poesia é UMA bela maneira de expor tamanha desgraça. Poeticamente sempre pode ser linda qualquer tragédia. Linda manha amigo e que o Criador nos bendiga.

Sonia Frei disse...

Estarei errada, meu deus?! Pra mim, meiguice pura, totalmente o contrário do que acha Josmar Divino Ferreira. Interpretações, talvez. Mas, sempre achei que interpretação tinha limite. Preciso ter coragem e perguntar ao próprio arteiro Rubem Leite! Bjs